8

Implante

O implante dental é uma “raiz artificial de titânio” em forma de parafuso que é posicionado cirurgicamente no osso abaixo da gengiva para substituir a raiz de um dente perdido. O implante serve de apoio para a prótese (dente) que deve ser semelhante aos dentes naturais em estética e função. O implante dental pode ser indicado para repor a perda de todos os dentes, de alguns ou de apenas um dente.

Através de um procedimento cirúrgico realizado no próprio consultório odontológico sob anestesia local, os implantes de titânio são instalados dentro do osso. O implante demora cerca de três a seis meses para aderir ao osso (osseointegração) Após esse tempo, inicia-se a fase protética, ou seja, a fixação dos dentes sobre os implantes.

Os implantes dentais possuem algumas vantagens quando comparados a outros procedimentos reabilitadores (prótese fixa, prótese removível, prótese total), sendo que nos casos que envolvem a perda de um ou mais dentes, os dentes adjacentes (vizinhos) são preservados e não precisam ser desgastados para suportar a prótese, já nos casos edentados (perda de todos os dentes) os implantes possibilitam uma melhor estabilidade e fixação das próteses.

O implante dental é uma “raiz artificial de titânio” em forma de parafuso que é posicionado cirurgicamente no osso abaixo da gengiva para substituir a raiz de um dente perdido. O implante serve de apoio para a prótese (dente) que deve ser semelhante aos dentes naturais em estética e função. O implante dental pode ser indicado para repor a perda de todos os dentes, de alguns ou de apenas um dente.

Através de um procedimento cirúrgico realizado no próprio consultório odontológico sob anestesia local, os implantes de titânio são instalados dentro do osso. O implante demora cerca de três a seis meses para aderir ao osso (osseointegração) Após esse tempo, inicia-se a fase protética, ou seja, a fixação dos dentes sobre os implantes.

Os implantes dentais possuem algumas vantagens quando comparados a outros procedimentos reabilitadores (prótese fixa, prótese removível, prótese total), sendo que nos casos que envolvem a perda de um ou mais dentes, os dentes adjacentes (vizinhos) são preservados e não precisam ser desgastados para suportar a prótese, já nos casos edentados (perda de todos os dentes) os implantes possibilitam uma melhor estabilidade e fixação das próteses.

Como funcionam os implantes dentários?

Para receber um implante, é preciso que você tenha gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentá-lo. Por isso os exames de Imagens (Raio-x Panorâmico e Tomografias) são essenciais para o diagnóstico inicial e avaliação dos locais dos futuros implantes.

Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Por isso quando as Próteses parciais e totais são montadas sobre implantes, elas não escorregarão nem mudarão de posição na boca, um grande benefício durante a alimentação e fala. Esta modalidade de prótese é chamada “prótese sobre implante” e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis ou até inviáveis, devido a pontos doloridos ou falta de adaptação a estes aparelhos. Além disso, as pontes fixas comuns precisam ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente. Com a colocação de implantes não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos, como é feito nas pontes fixas convencionais.

Você sabia que atualmente você já pode realizar esse tratamento reabilitador em apenas um dia e já sair sorrindo à vontade?

Devido aos avanços científicos, hoje é possível, em casos selecionados, entrar no consultório sem dentes e sair no final do dia com todos os dentes fixos sobre os implantes dentários. Essa tecnologia, conhecida como CARGA IMEDIATA, proporciona uma grande satisfação aos pacientes devido aos rápidos resultados.

A carga imediata não é utilizada em todos os casos, pois depende de condições específicas e favoráveis do caso. Portanto devemos planejar com critério seu caso de forma a obter o sucesso esperado.

A Avanco Odontologia Moderna possui toda estrutura para fazer seu tratamento reabilitador com tranquilidade, venha fazer sua avaliação e iremos analisar se o seu caso pode ser resolvido com carga imediata.

Você sabia que sua cirurgia pode ser mais precisa e menos invasiva com o auxílio do computador?

Cirurgia Guiada por Computador: Com os avanços tecnológicos, a grande maioria das situações clínicas de tratamento poderão se beneficiar das chamadas CIRURGIAS GUIADAS, para instalação de um ou mais implantes. Através de um planeamento por computador é possível realizar a colocação dos implantes de uma forma mais simples e rápida. Nesta técnica são realizados exames tomográficos que permitem obter imagens tridimensionais dos maxilares. No computador é feito um planeamento virtual do posicionamento dos implantes permitindo que no dia da cirurgia os implantes sejam colocados através de um GUIA, de uma forma simples e muito mais precisa. Está indicada, sobretudo nos casos em que a quantidade e a qualidade óssea é favorável, requerendo uma elevada experiência por parte do cirurgião.

Quais as suas vantagens?
  • Cirurgia mais simples e rápida;
  • Cirurgia minimamente invasiva sem suturas;
  • Melhor cicatrização da gengiva;
  • Pós-operatório praticamente inexistente;
  • Dentes fixos imediatos no dia da cirurgia, na grande maioria dos casos.

Fases do implante:

  • Pré-operatório: Exame clínico e diagnóstico: Avaliação do histórico clínico e realização dos exames complementares. O paciente é orientado sobre tudo que deverá ser feito antes da cirurgia.
  • Operatório: Cirurgia para a instalação do implante: É um processo simples e rápido, mas como em qualquer procedimento cirúrgico há alguns riscos associados. Cada paciente reage de uma forma, assim, não é possível garantir o mesmo resultado para tratamentos ou situações que podem ser idênticos.
  • Pós-operatório: A recuperação de um implante dentário é muito rápida. O paciente é orientado para que sua recuperação ocorra de forma eficiente e sem dor. O uso da prótese provisória após a cirurgia varia de acordo com o tipo e indicação do dentista, mas geralmente somente os pacientes que usam dentadura ou próteses parciais removíveis devem ficar cerca de quatro dias sem utilizá-la para não traumatizar a região operada. Isto caso não seja possível à realização de carga imediata.
  • Moldagem, confecção e instalação da prótese dentária definitiva: Deve-se esperar cerca de 3 a 6 meses após a fase cirúrgica dependendo do tipo ósseo e local do implante.
  • Manutenção e higienização bucal: A manutenção e higienização adequadas são fundamentais para o sucesso do implante. O paciente será orientado sobre os cuidados que deverá ter com sua prótese. Você também deve comprometer-se a manter estas estruturas saudáveis. Uma higiene bucal bem feita e visitas regulares ao dentista são essenciais para o sucesso a longo prazo de seus implantes.